Desperdício Zero

Os alunos do 7º ano, incomodados com o desperdício de alimentos observado durante o horário do almoço, elaboraram um projeto contra esse desperdício. Orientados pela professora Anna Paola, de Matemática, fizeram o planejamento e partiram para a ação. Divididos em duplas, durante vários dias, contaram quantas pessoas deixavam comida no prato após o almoço.  Perceberam que mais da metade das pessoas devolvem os pratos com comida. De imediato, elaboraram uma campanha e foram em todas as salas de aula, do K5 até o 3º ano do Ensino Médio, utilizando diferentes estratégias de apresentação para conscientização dos alunos. Além disso, elaboraram cartazes que foram fixados no refeitório. Agora farão um novo levantamento de dados para verificar o efeito da campanha, e utilizando os conhecimentos trabalhados na matemática, como regra de 3, porcentagem, unidades de medida e outros, irão elaborar tabelas e gráficos. Os resultados deste projeto serão apresentados no Sábado Cultural.

Anna Paola Pagano – Professora de Matemática

José Roberto Dias – Coordenação Pedagógica Ensino Fundamental 2

 

Olimpíada Interna de Matemática

No início deste mês, os alunos do 6º ao 9º ano participaram da Olimpíada See-Saw/Panamby de Matemática.

Nesta proposta, elaborada pelas professoras Anna Paola e Romilda, o objetivo é envolver os alunos em uma atividade em que eles possam perceber a beleza da matemática, que ela está em tudo no nosso entorno. E que a matemática de sala de aula ajuda bastante, mas não necessariamente quem tem as melhores notas nas provas consegue ter mais facilidade para resolver os desafios. Abaixo colocamos alguns exemplos dos desafios enfrentados. Se você não encontrar a resposta, pergunte a seu filho, vai ser divertido!

A premiação desta olimpíada será no auditório da escola, no Sábado Cultural.

José Roberto Dias

Coordenação Ensino Fundamental 2

 

Você está caminhando no Parque do Povo e à sua frente caminham 2 mães, 2 filhas, uma avó e uma neta. Quantas pessoas caminham na sua frente?

Se um tijolo pesa um quilo mais meio tijolo, quanto pesa um tijolo e meio?

Um elevador pode levar 20 adultos ou 24 crianças. Se 15 adultos já estão no elevador, qual é o número de crianças que ainda podem entrar no elevador?

Conhecer nosso passado, entender o presente e construir o futuro – parte 1

Como primeira parte do projeto de estudo dos alunos do 7º ano na área de Geografia, História e Ciências, fizemos uma visita ao Centro Histórico de São Paulo.

Na intenção de conhecer o contexto da origem e do desenvolvimento da cidade, realizamos um roteiro que constata um testemunho ainda existente do crescimento de São Paulo.

Conhecer o entorno do Teatro Municipal, subir no Farol Santander,  percorrer o Viaduto do Chá e o Vale do Anhangabaú, andar pela Rua Direita, passar na Bolsa de Valores e chegar até a Praça da Sé, no Marco Zero do Estado de São Paulo, foi só o começo dessa aventura do conhecimento.

Visitamos também o Páteo do Colégio, o Mercado Municipal, a Vila Inglesa e a Estação da Luz. Todos estes marcos são memórias vivas do crescimento e da importância da cidade.

Em seguida, partimos para o segundo eixo em importância cultural e econômica da cidade: a Avenida Paulista. Lá visitamos o Parque Trianon (com sua reserva de mata atlântica no meio da cidade), o MASP e caminhamos pela avenida contemplando os imensos e imponentes arranha-céus até outro ponto importante da história política e cultural de São Paulo e do Brasil: a escadaria do prédio da Gazeta, palco de comemorações e manifestações que mudaram a trajetória de nosso povo.

Escondido entre de centenas de prédios, nosso centro histórico ainda é testemunha de momentos cruciais da formação do espaço e da comunidade a que fazemos parte: visitá-lo é sem dúvida conhecer mais de nós mesmos. ”

José Roberto Dias

Coordenação EF 2

Sustentabilidade – 6º ano Conhecimento e Ação

  Como parte do projeto de estudo sobre Sustentabilidade, os alunos do 6º ano realizaram mais uma etapa em uma saída de estudo planejada com foco em RECICLAR.

  Nesta saída, os alunos visitaram uma Cooperativa de Catadores, na região de Pinheiros, e levaram como doação os materiais recicláveis recolhidos durante as ações na Festa Junina See-Saw Panamby 2018, e em campanhas internas da escola.

  Também visitaram a Central Mecanizada de Triagem da Prefeitura e o Aterro Sanitário Bandeirantes. Nestes dois últimos, tiveram a oportunidade de conhecer o sistema automático de separação dos materiais recicláveis e como é feita a destinação da imensa quantidade de resíduos domésticos e hospitalares gerados todos os dias em parte da cidade de São Paulo.

 

José Roberto Dias

Coordenação EF 2

SEE-SAW Plus

toddler augost

A SEE-SAW  apresenta mais um importante diferencial: o período estendido e flexível.
Implementado em agosto de 2018, o programa é uma proposta de extensão ao currículo oferecido pela manhã, sob medida para as famílias que precisam deixar os filhos até mais tarde na escola.
Voltado para alunos do Toddler, K3 e K4, ele oferece horário flexível, elaborado de acordo com a necessidade de cada família; e contempla atividades diversificadas, como Music Class, Body and Movement, Gardening, Arts, Cooking Class, Science, Storytelling e Iniciação à Cultura Brasileira.
Diferente do currículo oferecido na parte da manhã, organizado em projetos, sequências, atividades permanentes e aulas com professores especialistas, o SEE-SAW Plus estimula múltiplas habilidades através de experiências dinâmicas, ampliando aprendizados e a fluência na língua inglesa. Com infraestrutura para almoço, descanso e variadas práticas educativas, o programa atende distintas demandas familiares e promove o desenvolvimento global dos alunos.
As crianças participantes desse programa almoçam na escola e depois vivenciam tardes plenas de aprendizado, brincando imersos na segunda língua ou em atividades que também valorizam a cultura brasileira.
Desenvolvido para auxiliar o aprimoramento de importantes habilidades já no início da vida escolar, o programa SEE-SAW Plus também permitirá que as famílias usufruam da comodidade de estruturar uma rotina mais tranquila sabendo que os filhos serão incentivados a desenvolver todas as potencialidades ao mesmo tempo que recebem os cuidados necessários. 
Para os interessados teremos também a opção de frequência apenas no período da tarde.
Venha nos fazer uma visita e conhecer o programa SEE-SAW Plus.
Mais informações no telefone 3758-2241 ou no e-mail contato@see-saw.com.br
Horários e Preços

Horários e Preços

1) A família estabelece o horário desejado e informa a escola com até três dias de antecedência. (Opção com agendamento)
Das 12 às 13 horas, o custo será de R$ 30,00 incluindo o almoço.
Após esse horário, cada hora custará R$ 15,00 com tolerância de 15 minutos.
As crianças poderão ficar na escola até às 18 horas.

2) No período da manhã, a família informa que a criança não sairá ao meio dia e sim mais tarde. Após o almoço ou somente às 18 horas, por exemplo. (Opção sem agendamento)
Os preços da opção 1 são reajustados em 20%.

Lembramos que o horário é flexível e poderá ser montado de acordo com a conveniência das famílias.

Qualquer dúvida estamos à disposição.

IMG_20180829_153409746IMG_20180829_153340777IMG_20180829_153327543_HDRIMG_20180829_153247365IMG_20180829_153229246IMG_20180829_153213678IMG_20180829_153224898

Adolescência hoje: desafios, prazeres, dores, vulnerabilidades

No último dia 12 de maio, recebemos a psiquiatra Dra. Sandra Scivoletto para conversar com os pais, mães, professores e alunos do ensino médio sobre um dos períodos mais emblemáticos da vida: a adolescência.

A grande presença de pessoas reforçou a percepção de que se trata de um tema que ainda gera muitas inseguranças, dúvidas e preocupações.

Dra. Sandra começou caracterizando a Adolescência e a definiu como: “Longo período do desenvolvimento na transição entre a infância e a vida adulta, num processo de maturidade crescente que envolve transformações físicas, emocionais, cognitivas e sociais.”

Além disso, mostrou algumas das principais mudanças no desenvolvimento cerebral do jovem. As típicas mudanças de humor, mudanças de comportamento e também a oposição ao mundo adulto são as consequências mais visíveis desse ciclo.

Recentes casos de suicídio entre jovens também foi discutido durante a palestra e para isso a Dra. Sandra mostrou dados epidemiológicos e os principais fatores de risco e proteção à esse comportamento.

Temas como mídias sociais, cyberbullying, uso de álcool e drogas também foram abordados.

Clicando na imagem abaixo é possível fazer o download do PowerPoint apresentado na palestra.

palestra Sandra

Veja algumas fotos da palestra:

Se o Tietê nasce limpo, por que ele está poluído?

Ver como nasce um rio é sempre uma grande descoberta. Conhecer a origem de um rio, que corta a nossa cidade e que foi tão importante para o desenvolvimento do Brasil, amplia o conhecimento e o pensamento crítico.

Como parte de um projeto que envolve várias disciplinas e em que são discutidos vários temas como urbanização, desenvolvimento, poluição, sustentabilidade e outros, os alunos do 6º ano vivenciaram isso e conheceram também uma usina hidrelétrica perto da nascente do Tietê, uma barragem de contenção de enchentes e reservatório de água potável, e os processos de cultivo de verduras no cinturão verde da cidade de São Paulo. O almoço foi em um restaurante ao lado de um antigo casarão que foi posto de troca de mercadorias e escravos na época do Brasil Colônia.

Esta vivência tão rica de conhecer o rio desde a nascente e seu percurso até a cidade de São Paulo terá continuidade na próxima etapa do projeto de estudo, acompanhando seu percurso e suas transformações desde São Paulo até a cidade de Barra Bonita, com muitas atividades e muito aprendizado.

José Roberto Dias

Coordenação Ensino Fundamental 2